"

My Photo
Name:
Location: Portugal

12 August, 2009

Awe inspiring!


Por estas linhas se percebeu que este blogue é fã das provocações, especialmente as que abalam o status quo da estagnação político-social tuga.

Depois de ter rodado por vários orgãos da comunicação social, a história da troca das bandeiras na Câmara Municipal de Lisboa revelou um conjunto de mentes com grande sentido crítico, que fazem da sua bandeira - além da de Olivença e da Câmara Municipal - o conceito original do "humor democrático".

O Blog 31 da Armada concentra em si as ideias de um grupo que martela forte e feio no poder instalado, e passa das palavras a actos com um tipo de provocação reveladora de uma inteligência sublime.

Aconselha-se a visita (vivamente)

31 DA ARMADA

2 Comments:

Blogger pedro pereira neto said...

"Martela forte e feio"?... São alguns dos membros dos circulos de poder em Portugal... apenas não conseguem levar a sua intenção - restauração da monarquia - a bom porto junto desses circulos... beneficiam mais do status quo do que muitos dos portugueses... Acredito mais depressa que tenham querido "aparecer" e impressionar do que questionar qualquer status quo...

7:20 AM  
Blogger D.T. (J.) said...

Bem, até posso aceitar que os observo e aprovo com ingenuidade aquilo que fazem, mas os solarengos apelidos que ostentam não são só por si razão de alarme. Realmente, não sei quem realmente são. As expressões utilizadas neste post, tipo "martela forte e feio", podem indiciar algum entusiasmo exagerado da minha parte mas, pelo que tenho observado, o blog ("movimento" é um exagero), até é dono de algum pluralismo.

A dormência política destes portuguesinhos á beira-mar plantados (incluindo eu próprio) é realmente o que me choca mais. Qualquer acção, quer à esquerda, à direita, ou à coroa; que faça tremer a paisagem é para mim razão de euforia intelectual (um bocado grego, mas é mais ou menos isso).

Eles não vão restaurar a monarquia, nem sequer chamar adeptos a essa causa que tem, quanto a mim, tanto de vazio, como de perfeitamente idiota. Mas qualquer um tem direito a gostar de coisas idiotas.

Encontro coragem nos gestos deles, pela forma e nunca pela substância.

Aproveito para dizer que tudo o que escreveste no teu post sobre eles é, na minha opinião, inteiramente correcto. Não me indigno, contudo, porque acho tanta piada àquilo, como àquele poster do Estado Novo que dizia "Portugal não é um país pequeno" com a território somado das colónias sobreposto ao continente Europeu. É tão idiota que chega a ser engraçado.

9:14 AM  

Post a Comment

<< Home