"

My Photo
Name:
Location: Portugal

26 August, 2009

And so it begins again...


And one day, the smallest of creatures in all of Mediocre Earth came forth and proved, to all those we dwelled upon it, that making the difference is all about believing in yourself. It matters not whether your big as a dragon, strong as troll or smart as an elf.

In this land, where the sword of corruption is wielded by powerful and fierce races and peoples, the small Mendhobbit set out in an adventure that would forever change the course of life in this world. Regretfully, in the past the Mendhobbit was not trusted long enough by his fellow PSDians and was ordered to return to the peaceful village of Bluebag End.

Years after, the PSDians had gathered at the PSD Summer Universordor in Devidean Castle, when a tiny figure rose from under the legs of the orange-coated patricians, and addressed the audience. Albeit everyone was dazzled by the low and strong voice this midget-like being had, no one even recalled it as such. He spoke of truth, credibility and purity of heart and attacked the choosing of evil characters for the forthcoming enthronements.

In spite of his return, Mediocre Earth will never know if the purest of hearts would carry on that way until the passing of our time. If only he had had the chance to prove himself to his fellow PSDians and rid this land of all the evil lurking underneath its soil, what could have happened?

One thing we have learned from the Mendhobbit's journey: even the smallest of creatures with the greatest of hearts should not speak with a stuffed belly, for power corrupts even the most generous intentions, as his PSDian friends so often proved since the beggining of the Rose-Orange Age.

3 Comments:

Anonymous Anonymous said...

O teu texto está lindo!!
O discurso do so called Mendhobbit também foi monumental. Muito bom.
Este Harfoot, apenas de tamanho, na realidade voou alto na política com a sua tentativa de chamar a ÉTICA de volta à nossa dearest land!!
L.

5:19 AM  
Blogger D.T. (J.) said...

Ficou-se foi por Hobbitton... (conversa de geek;)

9:00 AM  
Blogger Diogo said...

Good text! E ácerca da Gripe A?:

Jornal Nacional da TVI (7 de Setembro de 2009) - o embuste da Gripe A e os biliões ganhos pelas farmacêuticas com o medicamento Tamiflu

Jornalista da TVI: Um dos homens que mais tem lidado com a Gripe A em Portugal é o Director do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Curry Cabral. Fernando Maltês afirma que a Gripe A vai matar menos gente do que uma simples gripe sazonal (gripe comum), que é mais inofensiva e trata-se, na maioria dos casos, com antipiréticos. O Director Geral de Saúde Espanhol é da mesma opinião.

Director Geral de Saúde Espanhol: Se morrem muitas pessoas em Espanha por contaminação atmosférica, ninguém presta atenção. Ou se morrem tantas pessoas por fumar, ninguém lhes presta atenção. Mas se, pelo contrário, morrem duas pessoas com gripe, presta-se muita atenção. É lógico, eu entendo, mas pouco a pouco a sociedade tem que amadurecer e dedicar o tempo que cada problema requer em função da sua gravidade.

Dr. Fernando Maltês: O Tamiflu, desde o princípio desta pandemia, tem sido encarado pela população como uma espécie de fármaco milagroso, o que não é verdade. E no que diz respeito à eficácia, concretamente no vírus da gripe, é uma eficácia que está, digamos, mal documentada. Se houver um conjunto de factores que digam – vale a pena administrar o fármaco – o médico administra, caso contrário, balançando os efeitos benéficos com os potenciais riscos, é preferível não administrar.


Jornalista da TVI: Já lá vão quatro meses desde que foi confirmado o primeiro caso de Gripe A em Portugal e, até agora, não há qualquer morto a registar. Em média, por ano, morrem em Portugal mais de mil e quinhentas pessoas de gripe, sem aberturas de telejornais e sem a Ministra da Saúde todos os dias nas televisões.

A verdade é que o mundo está preocupado com a Gripe A e já há empresas a ganhar milhões à custa do H1N1 (vírus da Gripe A) . A farmacêutica Roche, por exemplo, cujas vendas do seu Tamiflu caíram quase 70% quando o mundo percebeu que já não havia perigo de uma Gripe Aviária, vê agora as vendas desse mesmo medicamento dispararem em mais de 200%.

Ajuda importante também para a Glaxo Smith Kline, o laboratório britânico a quem Portugal já encomendou seis milhões de doses da vacina contra a Gripe A, a 8 euros cada uma (48 milhões de euros) , teve um ano difícil do ponto de vista financeiro. Eis senão quando, surge o tal vírus, H1N1, que deverá render, só ao laboratório britânico, cerca de dois mil milhões de euros, tendo em conta que as encomendas estão quase a atingir as trezentas milhões de doses.

VÍDEO da notícia na TVI

2:11 PM  

Post a Comment

<< Home