"

My Photo
Name:
Location: Portugal

26 September, 2008

Parecia mesmo o concerto da Madonna!


Foi com algum exagero que a ti Manuela Ferreira Leite - a "Perpétua" da Tieta do Agreste na política nacional - se referiu ao Comício do PS em Guimarães:

"«foi um espectáculo de um conjunto de meios de tal forma grandes e opulentos», que constituiu uma «afronta aos portugueses que vivem na situação actual», referiu a ex-ministra das Finanças(...)Se me lembrasse de dar uma festa de grande opulência no meio de um bairro de barracas, seria uma enorme afronta a quem lá vivia», continuou a social-democrata, concluindo que «foi isso que o primeiro-ministro fez». (in Diario Digital)

Eh lá! Grandji show! Só lasers e fogo de artifício, parecia o AquaMatrix da Expo'98!

O PSD só dá comícios no Pontal, na legalmente urbanizada terra de Quarteira, que é o Casal Ventoso do Algarve - a seguir a Olhão - e que acompanha sua bela linha de praias com um arraial de prostituição, droga, criminalidade e imigração ilegal que poucas localidades no país se podem orgulhar de ter tanto à vista de toda a gente e numa área tão concentrada. Mas o Sócrates teve muito mais luzes e muito mais música!

Calma, tanto também não! PSD não seria capaz de tal coisa, muito menos com Manuela Ferreira Leite, que por isso mesmo não foi ao Pontal. Essa senhora, que luta dentro de si contra a máxima de Salazar sem saber já muito bem o que fazer ou dizer. E a senhora lá se deita ouvindo aquela voz na calada da noite: "Manuelinha, se soubésseis o que custa mandar, preferiríeis obedecer toda a vida." "Sim, mestre. Sim..." E depois acorda e diz "Não! Eu também consigo!"

E todas essas noites mal dormidas produzem comportamentos menos produtivos num político, que se traduzem em olheiras, não-intervenção e preocupação com coisas menores. Não tem mesmo nada melhor para dizer? Não é preciso "verbodefecar" como o Francisco Louçã, tocar berimbau de boca como o Paulo Portas ou dar sempre murros no céu como o Jerónimo de Sousa. Só precisa mesmo de ser uma líder capaz da maior força de oposição, o que verdadeiramente não é.

E é por estas que o José Pinto de Sousa anda a distribuir Magalhães com a Maria de Lurdes Rodrigues para ver se os míudos não vão todos para Almeidas...

3 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Epa, esta onde estou nao tenho muito bem a nocao das coisas politicamente.
Mas li este discurso e fiquei impressionado !
Ve la o q achas: http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Primeiro_Ministro/Intervencoes/20080710_PM_Int_AR_Estado_Nacao.htm

Francisco

4:37 PM  
Blogger Joaquim said...

Caro emigrante,

Aquilo que ali se lê, na Intervenção do Primeiro-Ministro no debate sobre o Estado da Nação, na Assembleia da República; é, na nossa humilde opinião, um sumário meio-propagandístico do trabalho essencial que qualquer governo deveria fazer no contexto da conjuntura actual e da herança deixada por anteriores governos, que todos bem sabem produziu efeitos nefastos em quase todas as dimensões essenciais da realidade governativa portuguesa.

Contudo, não se pode deixar de louvar este governo por ter sido o mais eficaz em termos de produção de justiça social. A tentativa, sublinha-se, tentativa de combate à ganância de pessoas que, identiicáveis através da persistência dos seus apelidos em lugares de topo, reentronizadas pelo actual Presidente da República no passado, é uma luta para que há muito se apelava.

O trabalho feito nas contas do Estado foi mais eficaz do que de qualquer governo PS ou PSD dos últimos 15 anos, mas nada de extraordinário. Não passa da obrigação de cada governo fazer aquilo que se está a fazer. Ultrapassar esse mínimo de eficácia é que seria razão para um discurso tão inflamado sobre o "governo salvador", mas os meandros da política cedo ensinam as "J's" que as coisas não funcionam assim.

O governo também falhou, como tantos falham, contudo não transpareceu que o fizesse em benefício de alguns, nem houve escândalos, pela primeira vez em muitos anos, de "jobs for the boys" e "institutos-fantasma". A área das relações externas e da agricultura e pescas pareceram-nos as menos conseguidas, dado que as coisas continuam mais ou menos na mesma. Na primeira, as frotas e os meios não se modernizaram e continuamos invadidos por produtos estrangeiros; na segunda, a nossa posição previligiada em relação a África e a Presidência Portuguesa da UE, pouco mais fizeram que colocar o nome de "Lisbon" num tratado. Enganem-se aqueles que pensam que o tratado existe porque a Presidência foi nossa.

Ainda assim, mais que combates de parlamento e por poder, este governo revela uma face um pouco mais procupada com o país do que com votos, e esse "pouco" já é uma viória para Portugal.

Depois há outras pedras-de-toque deste governo Sócrates: as energias renováveis, a reforma da educação (sem a parte da avaliação dos professores), a sustentação do SNS, o SImplex, o plano tecnológico ou até o programa Novas Oportunidades. Isso sim, revela determinação e vontade de trabalhar, ao contrário do arrastar de governos anteriores.

Achamos que, ao contrário do passado, onde os meses anteriores às eeições e os escândalos desmascarados elegiam novos governos, este governo mereceu um novo mandato por estes três anos pelo trabalho realizado.

Ainda assim, a maioria absoluta não lhes fez bem e incutiu um à-vontade perigoso que se reflecte em áreas tão básicas como a da administração interna e da solidariedade e trabalho. Apesar da falta de alternativa, visto o PSD estar como está, o governo insultou a esquerda e a dimensão ideiológica em que se funda o Partido Socialista. Nem só a tecnocracia é a solução, e foi nisto que a maioria absoluta cegou o Partido.

Pouco resumidamente e de pensamento mal-estruturado é isto que temos a dizer sobre aquela Intervenção. Não sabemos se interessa ou não, mas é sempre uma opinião que não vem nem do Marcelo nem da Quadratura do Círculo.;)

Abraço

5:17 AM  
Anonymous Anonymous said...

Muito bom !!!

Obrigado !
Foi o q me parceu tambem a mim. Estes sao um demarcadamente melhores q os anteriores mas nao sao aquele abanao de q o pais precisa.

Um abraco grande,

Francisco

5:01 PM  

Post a Comment

<< Home