"

My Photo
Name:
Location: Portugal

23 September, 2008

Mas ninguém lhe diz nada?


Quando se critica o trabalho de uma pessoa, não se quer com isso dizer que ela é má pessoa ou que não é cumpridora, responsável ou amiga do seu amigo. Mas, perdoem-nos, há coisas que, sem querermos dizer que "se fôssemos nós era muita bom", simplesmente não podem passar em branco.

E a comichão é feita por aquele senhor chamado Mário Augusto que apresenta aquele programa na SIC Notícias, intitulado 35MM.

Pá, é assim: um gajo não pode ter um emprego em que fala inglês com "importantes entrevistados" e não sabe falar - chega quase a ser uma má representação do país. É que nem o Lauro António era tão mau. Decidimos fazer esta entrada, e pedimos desculpa amigo, mas "When did you start to develop the idea for this movie" não é o mesmo que "uéne iú starte dé-vélópe di aidia ófe disse muvi". Pá, o que simplesmente não dá. Mas ninguém lhe diz nada?

Parece que o programa é mesmo sobre ele, como se ele fosse a "única grande porta de entrada deste estúpido povo para o mundo maravilhoso de Oliúde". Todos aquele genéricos elaborados, onde o senhor aparece em cartazes de cinema em vez dos protagonistas ainda teriam piada como genérico; mas, neste programa, é usado como separador entre trailers, entre entrevistas, entre passatempos, é até o pano de fundo do programa! O tempo todo a cara do homem!

Depois há o "EU fui até Nova Iorque, à estreia do não sei quantos, para falar com o Robert DeNiro" - como se o programa fosse só ELE, uma pequena indelicadeza... E lá aparece a cara dele: "So, Robert, how are you doing? This is seconde muvi you make with this director, yes? How was [sem "it"] like to work wiz him?". E enquanto vemos actor a responder, já o Mário Augusto deu instruções expressas ao editor de imagem para ir pondo a cara dele a aparecer de dez em dez segundos, como se o público não pudesse passar um segundo sem ver aquela carinha que ele faz, de lambe-botas deslumbrado a cada sílaba proferida pela celebridade à sua frente - acompanhado com uns tímidos "yes, yes" e uns acenares de cabeça.

Concluindo, ainda por cima disto tudo, o programa é bem fraquinho, dirigido a uma audiência que se pretende estúpida o suficiente para o Marinho poder fazer um brilharete. A profundidade do programa é muito pouca e as escolhas apresentadas mais parecem copiadas daquele U.S. Top Ten do canal Hollywood. Ao menos nesse nem se vê o apresentador... mas de certeza que também não é tão importante como o Mário Augusto.

PS: Lembramos que, antes do Mário Augusto ou da sua legião de fãs - que pelo aparato do programa e sua grandeza icónica, é de certeza enorme - venham protestar contra isto ou contra aquilo, sublinha-se que isto não é nenhuma opinião sobre o Sr. Mário Augusto fora da sua esfera profissional actual. Tem-se a ideia que já fez muita coisa no jornalismo, mas que continua sem grande jeito para "Os Bastidores de Hollywood", que aliás é o título da sua mais recente publicação.

Até à próxima edição, com grandes filmes, tipo o Homem-Aranha e o Harry Potter.

4 Comments:

Blogger jota said...

Oh pá, só queria ser geek o suficiente para conseguir colocar aqui som de palmas.

E som de palmas de quem as está a bater (as palmas, não as claras em castelo) de pé.

Granda Jackini.

7:42 PM  
Anonymous Anonymous said...

ehehe, subscrevo na totalidade o que dizes! Este Mário parece não incomodar ninguém que chegue para que alguém lhe diga alguma coisa, mas que é impressionante como fico incomodada quando o vejo naquelas figuras, é! Fico feliz por não ser a única!
Baci,
Lauri

7:18 AM  
Blogger D.T. (J.) said...

Obrigado Laurinha! E também ficamos contentes pelo único cinéfilo assumido que conhecemos ter vindo aqui deixar o seu commentzito. Para mais informações ver http://conselheirocinemental.blogspot.com/

3:50 AM  
Blogger D.T. (J.) said...

Obrigado Laurinha! E também ficamos contentes pelo único cinéfilo assumido que conhecemos ter vindo aqui deixar o seu commentzito. Para mais informações ver http://conselheirocinemental.blogspot.com/

3:50 AM  

Post a Comment

<< Home