"

My Photo
Name:
Location: Portugal

22 September, 2008

Locus horrendus


Chegou o Outouno...

Com ele, caem as saias até ao joelho, voltam as mangas até aos pulsos, escondem-se peitos e guarda-se o chinelo. Tão bom e livre é este Verão em Portugal, que nos faz esquecer que belo e desaproveitado, cheio de talento e triste, e entregue à bicharada; é este nosso Cantinho de rosas que entraram em sobredesenvolvimento.

O céu pinta-se de cinzento, e cinzentas continuam as expectativas das pessoas, umas atirando as culpas ao poder, outras acusando comunistas e patrões. É uma espécie de jogo do "Quem é quem", onde toda a gente parece esquecer-se que esta história Portuguesa depois do ouro do Brasil é uma novela da TVI.

Tudo acaba bem, quando aqueles que nos querem fazer acreditar que são "os maus" são vencidos. Prevalecem os bons, os que nunca fizeram mal a ninguém, os que são Presidentes de grandes grupos económicos com "golden-shares" e também da República. Vencedores já um pouco "démodé" são também as massas de trabalhadores analfabetos e arregimentados em uniões sindicais, segunda geração de expropriadores pós-25 de Abril que ainda acreditam no PCP. Temos ainda os caviares à esquerda e à direita. Nesta novela, é ainda grande vencedor aquele que não quer pensar em nada, nem tem opinião sobre nada, nem se vale do seu 12º ano para pensar seja no que for. São os felizes figurantes desta novela, tipo os que enchem a turma na cena de sala de aula dos Morangos.

Olhando para o cinzento inicial deste Outouno, bombardeados por estatísticas que colocam Portugal outra vez na cauda da merda, seria inevitável esta melancólica analogia de folhas que caem, governos que poderão cair e o optimismo que já caiu lentamente no chão árido de um futuro incerto.

E não foi a ouvir Radiohead que isto saiu, foi mesmo de manhã a ouvir a verborreia do Fórum TSF. Ah, não faz mal, este país funciona a esperança e enquanto isso vamo-nos desenrascando. Já nos safámos, comprámos à consignação, pedimos emprestado e temos o Algarve. Temos é sorte, porque quando já não houver petróleo, nós estaremos sempre a andar. A esperança e a EDP Renováveis. Ah.

1 Comments:

Blogger Francisco said...

Eh verdade.... E o Outono eh so o aquecimento pq a seguir vem o Inverno, e ai vai ser a doer !

4:59 PM  

Post a Comment

<< Home