"

My Photo
Name:
Location: Portugal

22 February, 2008

Maravilhas da Época...


E se o Spectrum pareceu antigo demais, aqui está mais um link para jogos que, sem ocuparem espaço nenhum e sem instalação obrigatória, fizeram as delícias de quem experimentou o advento das tecnologias no príncipio dos anos 90.

As disquetes eram grandes, mas hoje o "bem, este jogo tem 10 megas meu!"...

A quem um Commodore Amiga sempre foi recusado e foi forçado a esperar aqueles anos todos para ter um 286 ou um 386 vai adorar este site.

Have sum fookin' fun.

cd game
game

Socratol limpa sua opinião!



Si você achava qui o aumento do desemprego, a reforma da saúde, a confusão na educação e o agravamento do fosso social era nódoa qui não saía da sua opinião sobre o gôverno, chegou a nova solução. Em directo na Siqui, você viu a solução! Não tem prôblema, não! Viu o podê dji Socratol, e viu qui o qui eistá mau, não mancha não! Senão veja, quatro tipos dji nódoa, um dêtergentxi, e vai continuá tudo limpinho pra você!

Aí então, vamo deitá um bocadjinho de desemprego em cima.
O desemprego subiu para 8,5% em Fevereiro de 2008, fazendo de Portugal o terceiro país com mais desemprego na União Europeia, atrás dessas grandes potências Polónia e Eslováquia, tipo de países com quem o nosso convive sempre nestas estatísticas.
Mas quau e problêma? Socratol não deixa passar essa sujeira não, sabe porquê? Porque o Governo criou 94.000 novos empregos! A precaridade laboral e uma coisa chamada Recibos Verdes é coisa do passado! Agora chegou seu novo detergente! Vamo perguntar pra Dona Miriam o que ela pensa desse novo e inovador produto contra uma das nódoas mais difíceis dji lavá: "Adoro êssi novo detergente, eu pensava que estava manchando mais que nunca! Estava experimentando o Barrosol e Santanide, e não conseguia txirá a nódoa, maiz agora, Socratol faz tudo pra mim!"

E si você pensava quo Socratol só tirava nódoa dji desemprego, olha aí a gentxi botando um pouquinho dji reforma da saúde aí.
A população debate-se com uma reforma em curso para o Sistema Nacional de Saúde. Temos as maternidades que fecham, os centros de saúde mais longe, cirurgiões plásticos que ganham comissões sobre operações que não fazem e uma maquininha de picar o ponto para o pessoal médico, uma ideia portuguesa inovadora, que não se compadece com a prática diária da profissão. Os hospitais privados não vão prevalecer sobre o sistema de saúde público, e fazer disso mais um negócio bancário que asfixia a população? Problema social? Mulheres portuguesas a ter os seus filhos em Espanha?
Vai falá pra quê? Qui nada m'rmão! Socratol limpa tudo isso pra você e maiz! Socratol faz esquecer todos esses problemas, não precisa de números, não precisa de nada!

E se você ainda não acredjita no pôder dji Socratol, mesmo tirando essas duas nódoa aí, veja só a porcaria que deixa a Educação em sua opinião! Acha meismo qui Socratol não tira?! Veja só!
A não-colocação dos professores e toda a confusão gerada pelo gasto gigantesco das reformas e não-reformas dos sistemas informáticos já está esquecida. Mesmo assim, o problema dos professores agravou-se, tornando-se num drama social para muitas famílias desses profissionais. A avaliação dos professores inclui temas polémicos, como um dos critérios ser, precisamente, o benefício dessa avaliação pelo sucesso dos alunos? Na SIC, Sócrates escapou à pergunta que se dirigia ao problema do favorecimento dos alunos pelos professores para que eles próprios beneficiassem na sua avaliação. Por culpa também dos jornalistas, não foi questionado porque continuam a entrar pessoas nas universidades com notas ridículas, e cursos que continuam a existir e a gastar dinheiro, que pouco ou nada têm para dar ao mercado laboral. O negócio das privadas continua frutuoso às custas da ingenuidade dos que acabam o 12o ano a sonhar com uma vida de antropólogo, sociólogo ou filósofo, entre outros.
Ui! E agora? Qué qui cê vai fazer? Educação é nódoa chata pra xuxu, se não tivesse Socratol ia pensar que tava mau! Mas Socratol fez com que tudo sêja um sonho! Atravéis dji sua acção deji micro-fibras qui metem milharis dji novuz estudantes no ensino superiô, em direcção ao dêsemprego, tá tudo bem! Olha aí o que diz Wanderleison, um istudantxi que acabou dji entrá na Faculdadji dji Letras: "Pensava qui acabá o côlégio era djifíciu pô! Socratol limpou minhas djifiuldades! Entrei pra Estudos Eurôpeu e vou sê um grandji diplômata!" Tá vendo, Socratol não deixa sujeira pra ninguém!

O fosso sociau é coisa que não existe com Socratol! As brincadeiras djiárias mancham sua opinião, mas si pensava qui ia estragá essa peça pra sempri, está engánado!
A perda do poder de compra é sistemática, e os impostos não vão baixar, disse Sócrates, que expôs com muita "humildade" a "questão moral" que foi subir os impostos contra uma promessa eleitoral. O facto é que os ordenados milionários continuam a existir e administradores do banco público são autorizados a passar para o maior banco privado, levando os segredos da casa. O que auferia Santos Ferreira na Caixa Geral de Depósitos deveria ser motivo para uma cláusula que o impedisse de exercer funções na banca, pelo menos, durante um ano. Morreria de fome como os supranumerários da função pública? Não nos parece. Este é um exemplo de um ordenado milionário, outros são os exemplos de autarcas e seus benefícios completamente injustos. Os ordenados auferidos na RTP e as indeminizações pagas a directores-gerais, ministros e secretários-gerais exonerados é algo do outro mundo. Portugal é o país mais desigual da Europa, onde os salários mais elevados aumentam e os mais baixos estagnam, segundo Carlos Farinha Rodrigues, do Instituto Superior de Economia e Gestão. Não se percebe este facto, nem o das reformas acumuladas de Cavaco Silva, que sem fazer nada ganha quase 10000 euros por mês, além do seu salário como Presidente da República. Enfim, um exemplo.
Si até essa você pensava que não txirava! Socratol, sem djizê nada, dji magia, txira isso dji dua cabêça! A sua opinião tá limpona meismo!

Será que Sócrates vive mesmo em Portugal? Ou será que tem uma máquina do tempo e vive em Portugal de 2010, quando tudo vai ser um mar de rosas, segundo diz? Essa propaganda centrista horrível que se colocou em outdoors pelo país inteiro é um grande feito? Certamente melhor feito que os governos de Guterres, Barroso e menino-guerreiro, mas será mais que a sua obrigação! É verdade que houve alguns progressos, mas não é nada de espectacular! A oposição insiste em baralhar os portugueses com guerrinhas políticas ridículas, deixando espaço ao homem para ir à televisão dizer o que lhe apetece.

Tentar limpar a opinião pública com arrogância e indiferença é um bocado salazarista, mas don't fear, the man is here!

14 February, 2008

Uma boa notícia para quem gostava do ZX Spectrum!


Para quem não fazia ideia, que é o caso, há um site em que se pode jogar ZX Spectrum 48k online, sem qualquer download! Ganda mel! Ideal para quem finge que faz e para quem faz de conta que finge... Boa? Não. Ok. Sim, isto é muita louco, e provoca uma sensação saudosista e relaxante, de conforto e bem-estar, melhor que todos aqueles aparelhos que tremem, anunciados no GigaShopping.

ZX Spectrum 48 K rulezzzzzzzz!!!

load " "

Mais uma do Grémio...


Só para fechar, para já, este assunto, e mais uma vez afirmar que isto é preocupante, aqui deixamos duas hiperligações - "pratica, praticando a nossa língua outra vez" - que o (grande) Jota simpaticamente nos deixou. Apesar de sabermos que ele faz isto através de nós para não tornar o seu próprio blogue outra coisa que não uma central de coisas engraçadas sobre a sua aventura barcilónica - estamos a brincar, claro.

Voltando ao tom sério, e muito sério, aqui estão dois links para entrevistas ao Tó, o rapaz detido e cobardemente espancado numa esquadra pela PSP. E depois venham dizer que isto não é verdade. Uma vergonha é o que a bófia deste país é! Cambada de mitras encartados!

Peace!

Entrevista na TVNet

Enrevista no Rádio Clube Português

11 February, 2008

Polícia com malícia


É verdade que este blogue tem deixado de ter o tom engraçado com que por vezes se apresentava; mas se nele se insiste em retratar, a mal ou a bem, aquilo que vai na alma que comanda estes dedos teclantes, não podia ser mais sério o tom com que se pode comentar aquilo que se passou na passada Sexta-feira, dia 8 de Fevereiro na entrada do Grémio Lisbonense.

O episódio é já sobejamente conhecido, e basta procurar no Google ou ler os comentários livres feitos a notícias de edições de jornais online para se conhecer os seus contornos.

Como coicidentalmente tínhamos escrito em entrada recente, o poder policial está-se a tornar quase repressivo neste país. Para isso, julgamos, muito contribui a inacção de um governo mediador e a impotência duma oposição política ridícula, ora pintada pelos pouco credíveis devaneios comunistas e bloco-esquerdistas, ora por um PSD liderada por aquele ícone do bem-fazer, o menino-guerreiro Pedro Santana Lopes. A dormência política da população e a raridade com que se manifesta o seu oposto é também razão para esta situação.

Este contexto contribui, primeiro, para um sentimento de poder inadequado dos agentes da autoridade e suas chefias; e, sobretudo, em segundo lugar, para a continuação deste estado de coisas, onde a população é olhada como uma massa de estúpidos ignorantes, que ao se manifestarem politicamente só evidencia que precisam de mais umas palmadas.

Por que razão, em Lisboa, ainda temos uma Mouraria e outros bairros periféricos em regime de sub-Estados, onde manda o crime e o tráfico de droga; e outras zonas onde simplesmente não se circula à noite. E porque razão, no Grémio Lisbonense, se chamou uma equipa de não sei quantos polícias de choque para proteger um despejo - que já estava consumado -, que nunca, atenção, nunca foi impedido pelas pessoas presentes.

Um massa de revoltosos a invadirem e a destruirem propriedade privada como nós subúrbios de Paris? A agredirem a polícia como na Geórgia? Não, a perigosa marabunta era composta por algumas dezenas velhos sócios do Grémio e alguns jovens que por ali paravam, sem quaisquer intenções violentas. Onde estão os polícias de choque a inrroperem pelas casas desses criminosos, a agredirem os traficantes de mulheres, os chulos, e outros que tais? Que fazem eles a proteger um stand de automóveis num jogo de futebol, como já aqui falámos?

Nas palavras de um comissário da PSP, a polícia "utilizou os meios coercivos necessários e adequados para repor a legalidade". Pois, no Grémio, não só os velhos e os novos levaram todos de bastonada, apenas por palavras; como algumas mulheres foram, ao que se diz, fisicamente assediadas por polícias. Um jovem foi mesmo levado para a esquadra e espancado, como se isto agora fosse o Estado Novo; e alguns jornalistas - incluindo o caso declarado do fotógrafo da Agência Lusa - foram agredidos, e outros viram as suas câmeras ameaçadas de roubo. Muitos agentes não estavam sequer identificados, estilo tropas de assalto. Ver este vídeo, cujo link foi simpaticamente colocado nos comentários deste blogue por um@ anónim@, sabendo deste contexto, é explicativo do que se passou.

Realmente, não sabemos se por se ter passado num contexto tão próximo, mas, realmente, este episódio suscitou em nós uma vergonha em viver neste país, e um sentimento violento de revolta em relação governo e à polícia. O prazer mórbido que retiram de bater nas pessoas é de uma formação policial muito atrasada, e esperamos que isso continue a figurar todos os anos, como aliás, há muitos que acontece, nos relatórios sobre direitos humanos da ONU e muitas ONG's. Quem tem orgulho em Portugal?

08 February, 2008

CANCELADA A BALKAN DISKO, devido a despejo do Grémio Lisbonense


A festa aqui anunciada para amanhã, 9 de Fevereiro, foi cancelada. Agradece-se a todos os que queriam ir. O Grémio Lisbonense foi hoje "oportunamente", para nós, despejado pelas autoridades.

A longa existência desta associação não resistiu desta vez à ganância do mercado imobiliário, tendo o senhorio se mostrado intransigente. Infelizmente, ter numa propriedade sua uma colectividade com tanta importância histórica como esta, pouco ou nenhum valor tem comparado com os cifrões alados que podem um dia pousar na sua carteira.

São estas as regras do capitalismo, e não há Estado que medie estas coisas; só quando são clubes de futebol...

Força Grémio!

06 February, 2008

BALKAN DISKO com Jakovny! Próximo Sábado no Grémio Lisbonense



Quem estiver pronto para uma grande festa, apareça no Grémio! Uma festa patrocinada por este blogue (ou não fosse o DJ o seu autor...)

Até Já!