"

My Photo
Name:
Location: Portugal

16 January, 2008

Apoia o Grémio Lisbonense!


Quem conhece a história que nos leva tão fugazmente a esta entrada deve estar a rir-se. Pois, resumidamente, o nosso contacto com o Grémio Lisbonense acabou por ser uma surpresa em si mesma. Dirigimo-nos lá para organizar uma iniciativa no espaço e saímos de lá sócios da colectividade. Para quem não sabe, esta é há 6 meses encaminhada por sóci@s com mais juventude, guiando esta mítica associação para os roteiros da cultura alternativa, mantendo, claro, a tradição jogo de mesa e do convívio à antiga do lendário clube de Lisboa.

A provar que não é preciso ser-se um arrogante Professor universitário para se fazer coisas que dinamizam a sociedade, e sobretudo numa terrinha onde as pessoas gostam de rebanhos; estão estas três pessoas que entraram no Grémio Lisbonense, ao Rossio, para fazer daquela histórica associação um ponto de fuga para quem quer imprimir a sua própria visão de cultura, arte, o que seja. Basta consultar o blogue da casa para perceber a capacidade de iniciativa da organização. Ontem fomos à Roda de Choro, música tradicional zuca, com um grande feeling a danças de salão, boa atmosfera, uma noite originalíssima com gente de todos os estilos em harmonia. E esta é só uma das muitas sugestões!

Porém, como aqui raramente há bela sem senão, agora que o Grémio Lisbonense tem uma nova vida; quase coincidentalmente, já a autoridade quer matar o que ali se passa, apesar de a ASAE ainda não dispõr das armas legais para entrar dentro das colectividades deste género, assim o dizem. Então pega-se por outro lado, e assim está o Grémio Lisbonense com uma ordem de despejo pelo senhorio. Para os sócios idosos que passaram a sua vida em jogos de mesa, todos os dias, neste clube que foi fundado em 1843; é algo chocante, e muitos deles nem se apercebem do perigo que esta mais que esta centenária casa corre neste momento.

Ainda assim, até ao dia do "juízo final", aquelas três pessoas continuarão a lutar, num exemplo único do que é o "meter-se numa cena". Aquele grupo "meteu-se mesmo na cena" e tenta juntar velhos e novos em todas as actividades, debaixo de um tecto que, apesar de precisar de muitas obras, chega para albergar um dos espaços sócio-culturalmente mais dinâmicos de Lisboa. E precisam do apoio de todos!

Dia 9 Fevereiro, os autores unipessoais deste blogue, sob o heterónimo Jakovny vão organizar uma festa Balkana no Grémio Lisbonense (ao Rossio, Rua dos Sapateiros, frente ao Animatógrafo/Peep-show). É bom que os três ou quatro gatos pingados e o resto dos gambuzinos que lêem isto apareçam, e tragam os amigos e a família.

Até lá, passem pelo Grémio, até durante o dia, nem que seja para a vista única para o Rossio; e consultem o programa no blogue www.gremiolisbonense.blogspot.com; cujo link estará colocado de forma permanente nesta página. Vaiem lá! De dia, de noite, façam-se sócios para ajudar a associação (jóia=5 euros; mensalidade=2,50 euros).

Onde é que eu já ouvi este paleio de solidariedades? Sim, finalmente também o fizemos, tinha de haver uma primeira vez, e ao menos não é para Maddie...

APOIA O GRÉMIO LISBONENSE!

5 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Muitíssimo bem......... Quem perdeu o cão caça com gato e vai-se sair melhor que a encomenda. HEHE.
Olha, no dia em que falámos à noite deu uma grande reportagem SIC sobre espaços alternativos. Todos giríssimos, vai ver online. Muito falou o teu amiguinho... que tem montes de eventos e mais não sei quê, não lhe dava era jeito o teu se calhar...
bigSys

8:05 AM  
Blogger D.T. (J.) said...

This comment has been removed by the author.

8:57 AM  
Blogger D.T. (J.) said...

Se ele fosse o único gajo a frente daquilo sabotávamos a Fábrica do Braço de Prata de certeza. Aquilo é igualmente muito bom, e a ideia é muito boa, pena ter aquela ave rara... Além disso, tem duas livrarias e um bar lá dentro a suportar, e o Grémio tem só um balcãozinho que serve uns cafés e umas cervejas a preços reduzidos... É o Grémio que merece ajuda!

8:59 AM  
Blogger jota said...

Como frequentador assíduo do Grémio, iria com todo o gosto a esse festão.
Porém, à distância de 1200km, a coisa torna-se complicada e resta-me esperar (e rezar) para que o grémio enquanto grémio ainda lá esteja quando retornar.
Abração Jakovny!

9:08 AM  
Anonymous Anonymous said...

http://www.tvnet.pt/noticias/video_detalhes.php?id=19597

7:55 PM  

Post a Comment

<< Home