"

My Photo
Name:
Location: Portugal

11 December, 2006

A campanha pela Mediocridade - vota sim! Tele-propagandas Jamba, a educar Portugal


Pois é, choca! Ai choca, choca! E não somos facilmente impressionáveis, tentando, na nossa busca da verdade universal, pensar em todos os prismas das questões. É uma coisa gestaltista, analítica, um postura científica. Mas por mais científicos, analíticos, ou seja o que for, não há ninguém neste planeta que consiga explicar porque é que existem aqueles anúncios das mensagens e aplicações ordinárias que se encomendam para o telemóvel. Agora que adquirimos o grau de "tio", com a recente vinda da nossa primeira descendente indirecta, a sobrinha Carolina, que tem 3 dias, não nos imaginamos sentados num sofá a ver televisão com a criança, e a levar com anúncios do estilo PeidoNatal, como se viu o ano passado.

Este ano, uma das tais empresas que fornecessem esses serviços, a Jamba, foi mais longe. Pode dar-se a si mesmo uma prenda 3G, encomendando uma aplicação qualquer que mede o tamanho do senhor do andar de baixo. O que é que isto faz às crianças e adolescentes problemáticos, que vêm isto a todas as horas do dia! Nem é só à noite, nem só à tarde, é todo o dia! Mas será que a Alta Autoridade para a Comunicação Social não vê isto? O que é que se passa? Será que o Belmiro de Azevedo, o Joe Berardo ou o Ricardo Salgado são donos dessas empresas? O que é que se passa?

Gostávamos que alguém nos explicasse, mas, se não aparecer nenhum comentador anónimo a explicar que as receitas desses anúncios são tão grandes que podem comprar este ataque às mentes de crianças, adolescentes e adultos, temos de partir para cima deles! - como xe dix na gíria do funtiboli.

Bem, não se podem dizer asneiras em televisão, não se podem mostrar mensagens políticas extremistas, sim, o Big Brother ainda passava, mas isto? Não vemos a razão, não alcançamos o prisma que nos permita compreender o que sustém o facto destes anúncios serem permitidos, ainda que consideremos que as Televendas já são promíscuas que chegue. Não somos nada destas coisas, mas, se isto nos causar alguma vez alguma ofensa "moral" - que conservadores que nós somos, "santanetes" - Alta Autoridade, aí vamos nós! Quem está conosco? (Assim se vê a força de quem vê!)

3 Comments:

Blogger Patricia said...

menino joaquim respondo-te da seguinte forma: há uns dias uma amiga disse-me que um empregado la do trabalho dela esta a pagar a prestações, tipo 1500 euros em chamadas para esses números da jamba, feitas do telémovel da empresa. conclusão: não te revoltes! porque isso deve fazer crescer muuita guita nos bolsos deles. parabénssss pela carolinaaa!!! vê la se pões aqui uma foto para vermos. bjinhos

4:05 AM  
Anonymous Carolina said...

O mais cómico é que há sectores da sociedade que não fazem a mais pequena ideia do que raio é isso. Ainda no outro dia me perguntava a avó o que queriam dizer tais anúncios que passam diariamente no intervalo da novela e que consequentemente ela papa sem saber o que é.

6:47 AM  
Blogger MRelvas said...

País do FAZ DE CONTA!

Caro amigo,o povo anda adormecido nessas balelas,tretas que nada valem!

Qual é a única coisa que o homem diz que tem mais pequeno?

É o telemóvel!

Abraços

6:42 AM  

Post a Comment

<< Home